REVITALIZAÇÃO DO COLÉGIO BURITI

REVITALIZAÇÃO DO COLÉGIO BURITI
outubro 17 16:00 2015
Rev. Djaik Souza Neves

Rev. Djaik Souza Neves Presidente da Fundação Educacional Presbiteriana Buriti

Foi com muita alegria e expectativa que, no último mês de maio, recebemos nas instalações da Fundação Buriti (antigo Colégio Buriti), o Projeto Mão na Massa da CNHP-Confederação Nacional de Homens Presbiterianos, instituição que pertence à Igreja Presbiteriana do Brasil, mantenedora da Fundação.

Os irmãos Paulo Silas, Paulo Ivo e Edvaldo foram enviados como “espias”, por assim dizer, para conhecer aquela que, antes da chegada dos missionários americanos, era conhecida como “Fazenda Buriti”, mais tarde Colégio Buriti, hoje Fundação Educacional Presbiteriana Buriti. O propósito da comissão enviada pelo Projeto Mão na Massa foi confirmar a necessidade de reforma do prédio escolar, hoje em situação precária e sub-utilizável.

A Fundação Buriti é uma instituição quase centenária, fundada em 1923, por missionários americanos que fizeram parte da desbravadora Missão Brasil central que fundou escolas e hospitais no centro do Brasil e aqui (na região de Cuiabá-MT.) chegaram com o ousado projeto de plantar um escola evangélica confessional no centro do Brasil. O Colégio chegou a ter entre 500 e 600 alunos, funcionava em regime interno, onde os alunos moravam e tinham a oportunidade de trabalhar e aprender alguma profissão, além de alguns que trabalhavam para pagar sua mensalidade. Somado a isso, o “Colégio Buriti” se tornou conhecido como disciplinador e corretivo, levando muitos pais a entenderem que seria a solução para seus filhos incorrigíveis.

Infelizmente, por diversos motivos, a escola deixou de funcionar no início dos anos “2000”. No entanto, a Fundação continua existindo e precisou ser mantida através de alugueis de suas instalações para congressos e acampamentos, além do arrendamento de alguns hectares de sua, ainda, grande área. Vale ressaltar que, apesar da necessidade de se abrir mão de parte de sua terra para pagar despesas trabalhistas (já há mais de 30 anos), a instituição ainda possui, aproximadamente, 3000 hectares de terra.

A Assembleia da Fundação é composta por 5 igrejas presbiterianas de Cuiabá, uma de Chapada dos Guimarães (onde está localizada a propriedade) e a própria IPB, sendo dois representantes de cada igreja e dois da IPB. A assembleia possui um Conselho Deliberativo que administra a Fundação, sendo o presidente atual, o Rev. Djaik Souza Neves, pastor da IPB Jardim Guanabara em Cuiabá e presidente do Presbitério de Várzea Grande-PVGD.

As últimas diretorias tem trabalhado para que a fundação seja preservada e o propósito afim dela (Educação) seja cumprido, além do esforço por um projeto que inclua serviço e ação sociais, além do envolvimento com as questões do meio ambiente, como prevê o seu estatuto.

Consciente disso, o Conselho Deliberativo atual tem envidado todos os esforços possíveis para restaurar o prédio e reabrir a Escola, visto que as instalações da instituição se encontram a apenas 8 km. da cidade e a necessidade de uma boa escola na região é evidente. Vale ressaltar que o Buriti ainda é bastante conhecido e carinhosamente lembrado na capital cuiabana e nos municípios próximos, como a própria Chapada onde se encontra a fazenda.

A visita dos irmãos do Projeto Mão na Massa se deu por conta de um pedido da diretoria atual da Fundação, que também já tem garantida uma doação do Supremo Concílio da IPB para Reforma do prédio escolar. Os irmãos já citados não só confirmaram a necessidade de reforma, como demonstraram grande empolgação com a retomada da escola e outras boas possibilidades que se vislumbram.

A Fundação, como uma instituição confessional, tem o declarado propósito de contribuir de todas as formas possíveis para o avanço do Reino de Deus, pregação do evangelho e auxílio à Igreja Presbiteriana do Brasil para fazer Jesus conhecido.

Aproveitamos a oportunidade para convidar irmãos, igrejas e toda a sociedade cuiabana e matogrossense para se unirem a nós nesta empreitada com sua oração e com seu investimento. O Projeto Mão na Massa é mantido por doações e realizado por voluntários. A propósito, tem também o apoio do Instituto Presbiteriano Mackenzie através do “Mackenzie Voluntário”, iniciativa da renomada instituição que visa apoiar projetos sociais em todo o país

Reiteramos que necessitamos do apoio e envolvimento de muitos e de todas as doações possíveis para que a revitalização do Buriti alcance o seu propósito.  Os voluntários do Mão na Massa estarão conosco a partir do dia 08 de novembro e preveem o término da obra para o dia 10 de dezembro.

Além dos engenheiros, mestre de obras, pedreiros, ajudantes, marceneiros e as irmãs que se dispuseram a ajudar na cozinha, dentre outros, que fazem parte do grupo de voluntários, todos os que quiserem colaborar de alguma forma podem ajudar, seja doando um dia ou mais de serviço durante o mês de execução ou ofertando qualquer valor na conta da instituição que será disponibilizada abaixo.

Finalmente, lembramos que a Fundação existe para o exclusivo auxílio da sociedade em suas diversas carências, além da missão principal, como instituição confessional, de tornar Deus e o seu Reino conhecido por meio de Jesus, o Mediador; conforme as Escrituras: “o único nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos”.

            Soli Deo Gloria (A Glória Somente a Deus)

Rev. Djaik Souza Neves

Presidente da Fundação Educacional Presbiteriana Buriti

Contribuições podem ser depositadas na conta da instituição na Caixa Econômica Federal: Ag. 0016 – CC. 6241-5 – Op. 003

No Banner to display

  Article "tagged" as:
  Categories:
Escrever Comentário

0 Comentário

Nenhum Comentário!

Seja o primeiro a Comentar

Adicionar Comentário

Seus dados estarão seguros! O seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceira pessoa.
Todos os campos são obrigatórios.